Etiquetas

1-      Não devolverás garrafas de vinho perfeito para impressionar a namorada.

Não é somente sua namorada que vai ficar impressionada. O sommelier, o maitre, os garçons, os comins e até o menino que limpa o chão marcarão a sua cara negativamente até o dia de suas mortes.

2-      Não acusarás os proprietários de restaurante a quilo de alterarem a balança.

A menos que tenha provas incontestáveis da desonestidade, você comeu sim 980 gramas de comida. Melhor procurar uma academia.

3-      Vigiarás teus impulsos pedintes.

Você pode pedir qualquer coisa, até um beijo da Madonna. Mas não pode achar que só porque pediu, deveria ganhar.

4-      Não tratarás mal quem o serve nem os escravizarás.

Lembre-se que o cara pode cuspir na sua comida.

5-      Entenderás que cliente as vezes tem razão, noutras vezes, não.

Então não aja feito o Rei Sol.

6-      Respeitarás a cozinha.

Ôxi, fidocabrunco! Se o cabra quer comer cuscuz com ovo, que não procure isso no restaurante francês!

7-      Não darás opiniões acerca daquilo que tu pensas que entende.

Se você de fato entende, ofereça consultoria, caso contrário, em boca fechada não entra comida envenenada.

8-      Não se ofenderás com a falta de lugar em dias especiais.

A menos que você tenha feito reserva com antecedência, não se surpreenda se no Dia das Mães você, cliente tão especial, insubstituível, de lindos olhos azuis e frequentador assíduo não encontrar nenhuma mesa disponível.

9-      Não se verás jamais como inesquecível.

Cada um dos seis mil e quatrocentos clientes do restaurante acham que tem uma presença tão marcante que os garçons jamais iriam esquecer seus nomes, manias e preferências. Caso não queira falar quem é, o que quer e como quer, use uma placa.

10-     Entenderás que o restaurante não é uma extensão da tua casa.

Portanto, nada de gritar, falar palavrões, coçar o saco, mandar trocar o Vivaldi por Zeca Pagodinho  ou discutir sobre o novo namorado com piercing peniano da sua filha.

(Esse post foi escrito inspirado na sugestão da Danila. Aquela mesma, dona de restaurante em Aracaju)

mandamentos